quinta-feira, 13 de setembro de 2012

VALE A PENA LER DE NOVO - MPF ajuíza ação de improbidade administrativa contra Efraim Morais

O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF/DF) ajuizou uma ação de improbidade administrativa contra o ex-senador Efraim Morais por ele ter deslocado irregularmente funcionários de um programa do Senado para trabalharem para ele, que à época, era o primeiro-secretário da Casa.

O MPF pede a indisponibilidade dos bens de Efraim e ressarcimento do prejuízo causado ao erário, estimado em pelo menos R$ 750 mil, em valores da época. Caso seja condenado, o ex-senador também pode ter suspensos seus direitos políticos, ficar impedido de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais e creditícios e, ainda, pagar multa.

CLIQUE AQUI para ler a matéria, na íntegra!

Em tempo

A iniciativa de republicar as matérias mais lidas e comentadas dar-se devido ao fato das atividades deste blog estarem para serem interrompidas, no final de 2012.

VEJA AQUI a primeira reportagem desta série dando conta que o 'Programa São Mamede Sem Fome' existe só no papel, que as Cestas Básicas são na realidade do Governo Federal!

CLIQUE AQUI para ler matéria de repercussão nacional dando conta de que a filha do atual prefeito de São Mamede era uma das "fantasmas" do Ex-senador Efraim Morais (DEM).

Esta postagem já é a mais vista da semana e uma das mais acessadas nos últimos 30 dias!

No mais

CLIQUE AQUI para conferir matéria do Congresso Em Foco mostrando que Efraim beneficiou o seu primo e advogado Glauco Morais no chamado Censo do Legislativo (Interlegis).

VEJA AQUI ainda que Efraim Morais foi acusado pela grande mídia nacional de ter premiado o  primo Glauco Morais com um contrato de R$ 120 mil reais para digulgar o banner do senado numa página de um portal paraibano. Há época -  quando a Folha de São Paulo denunciou tal escândalo - o então senador da república disse desconhecer o parente!


Nenhum comentário: