terça-feira, 20 de março de 2012

É FATO: Santa Luzia tem o pior desempenho do SUS no Vale do Sabugi; Várzea foi o melhor avaliado

Dados divulgados neste mês pelo Ministro da Saúde colocam os moradores do Vale do Sabugi em estado de alerta. É que o Ministério da Saúde divulgou, agora no início de março, o resultado do IDSUS - Índice de do Desenvolvimento SUS. Trata-se de um indicador que mostra o desempenho do Sistema Único de Saúde (SUS) em todos os municípios brasileiros, levando em conta a saúde básica, atendimento hospitalar, atendimento ambulatorial e de emergência. O Índice de Desenvolvimento do SUS (IDSUS) é composto por um conjunto de 31 (trinta) indicadores, sendo 14 (quatorze) de acesso e 17 (dezessete) de qualidade.

Elaborado pelo Ministério da Saúde, o índice cruza 24 indicadores que avaliam se a população está conseguindo ser atendida em uma unidade pública de saúde, além da qualidade do serviço. Toda a estrutura – hospitais, laboratórios e clínicas – passou pela avaliação. Foram analisados, por exemplo, a quantidade de exame preventivo de câncer de mama em mulheres de 50 a 69 anos, cura de casos de tuberculose e hanseníase, o número de mortes de crianças em unidade de terapia intensiva (UTI) e o de transplantes de órgãos.

Os técnicos levaram em conta o tamanho da população – inclusive com plano de saúde –, a estrutura disponível e a condição econômica de cada município. As cidades foram divididas em seis grupos conforme semelhanças econômicas e de atendimento aos habitantes.

Caos

Os resultados mostram que, exceto Várzea, os municípios do Vale do Sabugi obteram notas abaixo da média nacional (5,7). Com vergonhosos 4,75 apenas, Santa Luzia teve a pior avaliação de toda a região.

Veja, abaixo, o ranking do Vale do Sabugi (numa escala de 0 a 10). Nele, os municípios foram organizados do maior para o menor IDSUS.

1º Várzea - 5,95;

2º Junco do Seridó - 5,40;

3º São Mamede - 5,34;

4º São José do Sabugi - 5,01;

5º Santa Luzia - 4,75;

Percebe-se que somente o pequenino município de Várzea ficou acima da média nacional. Ou seja, os municípios de Junco do Seridó, São Mamede, São José do Sabugi e principalmente Santa Luzia foram reprovados pelo índice do Ministério da Saúde.

Em tempo

Com a palavra os grandes responsáveis por este estado de calamidade pública, ou seja, os gestores da região.

E agora DOUTORES? Qual a desculpa?!

No mais

Será que a assessoria de imprensa da prefeitura de Santa Luzia vai desmentir os dados do Ministério da Saúde?! Creio que não. Pois contra fatos e dados não há argumentos!!!

Os números completos podem ser vistos CLICANDO AQUI! 


* Blog do Robson Medeiros

Um comentário:

Anônimo disse...

Robson, pode informar qual o periodo do IDSUS(ALGUMAS TECLAS NAO FUNCIONAM).